Debate sobre o Planejamento Estratégico do Banco: o primeiro de muitos?
 
1

bárbara becker

Composição da mesa do debate que ocorreu no auditório do Ventura Oeste
 
 
Um dado positivo do debate realizado no dia 28 de junho, no Auditório do Edifício Ventura Oeste, sobre o Planejamento Estratégico do BNDES, foi a proposta, aceita pelo diretor Ricardo Ramos, de promoção de outras atividades para discutir pontos específicos da atuação do Banco e do próprio plano. "Eu acho essa ideia extremamente importante. A provocação está aceita. A Associação pode ter um papel muito relevante nesse processo. Eu quero que vocês proponham uma agenda e me encaminhem", disse o diretor.

De acordo com Ricardo Ramos, a ideia do evento do dia 28, que teve transmissão ao vivo para as estações de trabalho, mas não foi gravado, foi a de abrir o planejamento estratégico para os funcionários "com mais clareza, investindo na representatividade da Associação". Segundo o diretor, o planejamento está no meio do caminho, em fase de execução, e ainda está aberto a influências. "O BNDES é uma empresa em movimento. Se o empregado ainda não está percebendo isto, deve ficar atento ao que está acontecendo. É importante que as pessoas entendam que estamos reestruturando processos, em busca de uma instituição mais ágil, focada no cliente, atendendo às novas demandas da sociedade".

Agenda cooperativa – O vice-presidente da AFBNDES, Arthur Koblitz, saudou a iniciativa do debate: "A ideia partiu da diretoria e nós aceitamos na hora – e agora já está incorporada à nossa agenda". Para Arthur, o Banco precisa desse engajamento, dessa participação, desse canal fora da hierarquia: "Nós somos os maiores interessados com o longo prazo, com o funcionamento sadio de nossa organização, e a estrutura hierárquica às vezes coloca alguns filtros na possibilidade que você tem de apresentar preocupações, de discutir algumas questões. "É muito importante que a gente esteja caminhando nesse sentido. Concordar com questões de procedimento às vezes é mais importante que concordar com temas substantivos". Para o vice-presidente, a AF e a direção do Banco podem ter uma agenda cooperativa ampla: "Nós não podemos achar – por conta, por exemplo, das negociações salariais, que nos levam a estar em lados diferentes – que nossa abordagem precisa ser conflitiva".

O presidente da AFBNDES, Thiago Mitidieri, agradeceu ao diretor Ricardo Ramos por ter proposto o debate: "Vivemos momentos conturbados no Banco e no país. São muitos os questionamentos sobre a própria existência do BNDES. Portanto, discutir o que o Banco faz e qual é o nosso papel como empregado dessa instituição tende a trazer como resultado uma organização melhor, mais rica". Para Thiago, submeter o planejamento estratégico a um debate franco e aberto tende a aperfeiçoar a própria atuação do Banco e, consequentemente, a maneira como o órgão é visto pela sociedade.

 
 
Acontece
ATO DE POSSE
AFBNDES: da reconstrução à consolidação
Acontece
Liminar sobre incorporação de gratificação de função é deferida
Acontece
Dia de luta em defesa das estatais e da soberania nacional
Acontece
NEGOCIAÇÃO 2018
Pauta de Reivindicações começa a ser elaborada no dia 9
Acontece
Em busca de alternativas à austeridade econômica
Acontece
Deliberações do Seminário em Defesa dos Planos de Saúde
Opinião
Evento de Planejamento, por Paulo Moreira Franco

VERSÃO IMPRESSA

(arquivo em PDF)

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

AGENDA

 

Funcionamento da AFBNDES na Copa

Amanhã (6), o Atendimento da AFBNDES e o Clube da Barra irão funcionar até as 13h, quando a Seleção Brasileira enfrentará a Bélgica nas quartas de finais da Copa do Mundo. Caso o Brasil vença e se classifique para a semifinal de terça-feira (10), o funcionamento do Atendimento e da sede social será idêntico. A Pousada Clube Itaipava terá horário normal.

Nova palestra jurídica promovida pela AFBNDES

"O Estatuto da Ordem e as Prerrogativas dos Advogados" é o tema da nova palestra que a diretoria jurídica da AFBNDES promoverá na terça-feira, 17 de julho, a partir das 15h, no Auditório do 8º andar do Edifício Ventura Oeste, com Luciano Bandeira Arantes, presidente da Comissão de Prerrogativas do Rio de Janeiro e tesoureiro da OAB/RJ.