1

bárbara becker

Banco promete para hoje proposta global para ACT 2018

Pressão dos empregados impediu alteração na cláusula de proteção contra despedida arbitrária ou sem justa causa

Benedenses não abrem mão das cláusulas econômicas aprovadas na Mesa Fenaban, com reposição e aumento real


Comissão continua resistência contra qualquer outra mudança no Acordo Coletivo que represente perda de direitos

EDITORIAL

Qual o significado da mobilização dos funcionários nessa semana? Será simplesmente mais uma união episódica em defesa de um direito corporativo? Ou será que tem mais coisa acontecendo na consciência dos funcionários do BNDES depois de dois anos de adversidades?

E o papel do BNDES nisso tudo? A confusão de orientação sobre o papel do Banco é antiga, de fato não erraríamos muito se assumíssemos que a clareza sobre esse papel nunca foi totalmente recuperada desde quando a substituição de importações deixou de ser algo para ser assumido como estratégico. Se isso for verdade, estamos falando que um problema de identidade está colocado para todos que aqui trabalham.

Com o fim da TJLP, com o estabelecimento de uma taxa que não prevê subsídio, esse problema de identidade foi escalado. Temos um Banco com problemas existenciais e uma geração de funcionários que ainda está definindo sua relação com a instituição. Um corpo funcional jovem, que entrou no Banco em período de vacas gordas e prestígio, e que inesperadamente se viu diante de um mundo em crise; de contestação institucional sem precedentes.

Voltamos então à questão inicial. Será que esse período de resistência pode ressignificar o Banco para nós? Pode gerar um novo ou renovado compromisso?

Acreditamos que é possível que as sementes de um novo Banco, de uma nova atitude diante dele pode estar germinando nesses últimos dois anos em que debatemos vivamente em corredores as ameaças que nos assombram, as questões de poder internas, a política nacional em que estamos inseridos. Dois anos em que descobrimos que podemos ser um corpo funcional unido, orgulhoso de seu papel no Estado brasileiro. Sentimos que vamos lembrar desses episódios por um longo tempo. E, quem sabe, ainda vamos ter que explicar algumas fotos para colegas que no futuro se juntarão a essa grande instituição.

Sim, é o que sentimos; tem mais coisa acontecendo nos corredores do BNDES do que uma vã filosofia pode imaginar…

 

Acontece

NEGOCIAÇÃO 2018
Comissão dos Empregados cobra o que foi acordado na Mesa Fenaban

Acontece

Honorários de Sucumbência nas Estatais em evento amanhã

Acontece

Debate sobre a venda da Embraer repercute na imprensa

Acontece

Dia mundial sem carro no BNDES

Opinião

Considera o Taxista, por Paulo Moreira Franco

Opinião

CHARGE/NELSON TUCCI

 

VERSÃO IMPRESSA

(arquivo em PDF)

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

AGENDA

Conversa com conselheiros sobre reestruturação da FAPES no dia 21

A AFBNDES promove no dia 21 de setembro, das 15 às 17h, nas salas 702 e 703 do Edifício Ventura Oeste, uma conversa com os conselheiros ativos da FAPES, André Gustavo Salcedo Teixeira Mendes e Jorge Cláudio Cavalcante de Oliveira Lima, sobre a reestruturação organizacional da Fundação.