Editorial

Edição nº1353 – quinta-feira, 11 de julho de 2019

Combatendo fake news e falsas questões

Muitos ataques ao BNDES estão apoiados em desinformação num grau alarmante. As notícias falsas circulam principalmente em redes sociais, mas também estão amplamente disponíveis em editoriais e artigos de opinião dos veículos mainstream considerados sérios.

A novidade do atual governo, particularmente o presidente e seus filhos, é que as autoridades endossam algumas das inverdades mais chocantes.

Vários benedenses esperam um reencontro do atual governo com o BNDES. Como a AFBNDES vê esse movimento?

Em primeiro lugar, todo esforço de atender as prioridades do atual governo deve ser perseguido pelo corpo técnico do Banco. É claro, desde que essas prioridades não signifiquem ações ilegais, que contrariem o interesse público ou comprometam a própria existência do BNDES.

Devoluções de aportes do Tesouro, venda açodada da carteira da BNDESPar, estão entre prioridades declaradas pelo atual governo que não atendem à condição acima. Sobre esses itens não há dúvida. É tarefa do corpo funcional fazer todos os esforços de persuasão e eventualmente de resistência.

Tampouco devemos aceitar a violação da autonomia do corpo técnico do Banco. Ações com esse propósito precisam ser expostas à opinião pública e os colegas afetados defendidos de forma intransigente.

Em segundo lugar, não temos que ter receio de termos posições públicas, enquanto funcionários, divergentes da do atual governo. Exemplos não faltam de declarações ultrajantes ao bom senso mais elementar, quando não a desconsideração declarada de informações públicas disponíveis. Não se trata de guerra ideológica, mas de não aceitação de fatos. Importa aqui esclarecer a opinião pública, expor os que por má-fé ou ignorância recusam-se a reconhecer o que são fatos.

O Fundo Amazônia não apoiou uma operação na África. O Fundo Amazônia não é um "truque" para dar dinheiro para ONGs. O desmatamento é um problema brasileiro real. Não houve um apoio de centenas de bilhões de dólares a países na América Latina e África para exportação de serviços de engenharia. Antes tivesse tido, teríamos gerado um impacto muito mais significativo nas Transações Correntes do Balanço de Pagamento. Todos os desembolsos voltados para exportação de serviços alcançaram em 20 anos cerca de 10 bilhões de dólares.

Qualquer autoridade que insista em divulgar informações sobre fatos tão claros como os acima, será, sempre que possível, contestada pela AFBNDES.

 

Acontece

Suspensão da Resolução 23 da CGPAR é aprovada em Comissão na Câmara

Acontece

Fundo Amazônia segue ameaçado pelo Ministério do Meio Ambiente

Acontece

Projeto apoiado pelo Fundo Amazônia faz Congresso sobre Agricultura Familiar em MT

Acontece

Seminário sobre compliance nas estatais em 26 de julho

Acontece

Site em defesa do Fundo Amazônia tem manifesto das Associações do BNDES e do Ibama

Acontece

Servidores entram com representação contra Ricardo Salles no MPF

Opinião

Charge de Nelson Tucci

VERSÃO IMPRESSA

(arquivo em PDF)

 

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

AGENDA

Notícias da AF pelo WhatsApp

Para receber as notícias e informes da AFBNDES na palma da mão basta enviar uma mensagem via WhatsApp para o número (21) 96743-1955, informando que quer participar da lista de transmissão da Associação. O serviço é informativo, sem troca de mensagens ou compartilhamento do número do celular dos participantes.