Movimento

Edição nº1468 – sexta-feira, 19 de novembro de 2021

20 de novembro é dia de dizer não ao racismo

Protestos unificam lutas contra o preconceito racial e pelo Fora Bolsonaro

"Nesse 20 de novembro chamamos a categoria bancária e toda a classe trabalhadora para fortalecer esse movimento de liberdade, por fora Bolsonaro e por uma sociedade justa e sem racismo”. A convocação para os novos protestos Fora Bolsonaro foi feita pelo ex-presidente do Sindicato dos Bancários do Rio e diretor da Secretaria de Combate ao Racismo da Contraf-CUT, Almir Aguiar.

As manifestações acontecerão em todo o país em 20 de novembro, Dia de Zumbi e da Consciência Negra, e terão como principais reivindicações o fim do racismo e deste governo, que tem o racismo como marca, e que destruiu o país com sua política econômica voltada para beneficiar os bancos e grandes empresas transnacionais, gerando mais desemprego, inflação, aumento da miséria e da fome.

“Precisamos dar um basta nesse governo Bolsonaro, racista, sexista e homofóbico. O povo negro tem sofrido com a violência, com a falta de oportunidades e mortes nessa pandemia. Esse governo, decretou o fim das políticas afirmativas e se mostra insensível à população mais vulnerável desse país”, lembrou o dirigente.

No Rio de Janeiro serão realizadas diversas atividades como parte do Dia da Consciência Negra, como manifestações e debates ao longo da próxima semana. A primeira será a tradicional Alvorada de Zumbi, começando às 7 horas, com a lavagem do busto de um dos principais nomes da resistência negra no Brasil, na Avenida Presidente Vargas; e, ao meio dia, um ato com atividades culturais da Portelinha, em Madureira, de onde sairá uma caminhada.

A unificação das lutas contra o racismo e pelo #ForaBolsonaro, que inclui a pauta dos trabalhadores, foi consenso entre as entidades que integram a Campanha Nacional Fora Bolsonaro e as que organizam, já há alguns anos os atos de 20 de novembro. A orientação é para que os atos sejam construídos em conjunto com organizações como a Coalizão Negra por Direitos e a Convergência Negra.

A adesão da Campanha Nacional Fora Bolsonaro, que reúne movimentos sociais, centrais sindicais e partidos, aos grandes atos do dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, mostra a força do movimento negro nas ações contra o governo Bolsonaro. A decisão foi tomada em reunião entre as entidades que compõem a campanha, em 18 de outubro.

Fonte: Seeb-Rio

Editorial

Após enquete e live a luta continua na negociação da PLR 2021

Movimento

Brasil recua para não ser acusado novamente de causar na COP

Movimento

Faixa Livre: garantia de emprego aos servidores da Cedae e programa Auxílio Brasil

Movimento

AEPET celebra 60 anos com seminário virtual nos dias 24 e 25 de novembro

 
 
 

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

SOLIDARIEDADE

AFBNDES se solidariza com José Ferreira presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro

O presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro José Ferreira segue internado na UTI do Hospital Quinta D'Or, em estado grave, porém estável, após sofrer um infarto na última terça (16). A AFBNDES deseja uma plena recuperação ao companheiro de tantas lutas.

Força Zé! Estamos com você!