Movimento

Edição nº1504 – sexta-feira, 5 de agosto de 2022

SINAL reforça protagonismo dos servidores do BC no desenvolvimento do PIX

O Sindicato dos Funcionários do Banco Central (SINAL), em nota enviada à imprensa, destaca o papel do corpo funcional do BC nas diferentes etapas de desenvolvimento do PIX, desde o seu planejamento até a concepção final.

“Tal sistema de pagamento instantâneo foi criado e implementado pelos Analistas e Técnicos do Banco Central do Brasil, ou seja, por servidores concursados de Estado, não pelo atual governante ou qualquer outro governo”, afirma o Sindicato em trecho da nota.

A defesa feita pelo SINAL do protagonismo do corpo técnico do BC ao longo do processo de desenvolvimento do PIX, “visa evidenciar a alta qualificação do efetivo e mostrar que, independentemente de governos, as boas entregas à sociedade são frutos do esforço diuturno de servidores de Estado. Outro objetivo é chamar a atenção para a necessidade de incremento do quadro funcional, de maior autonomia e de salvaguardas legais à sua atuação em face das diversas ameaças que se apresentam, como a proposta de reforma administrativa (PEC 32/2020)”.

“Governos passam; os servidores concursados do Estado brasileiro permanecem”, ressalta o Sindicato.

Editorial

Dia da Marmota

A negociação do Acordo Coletivo de Trabalho no BNDES

Movimento

Negociação sobre cláusulas econômicas na Mesa Fenaban

Movimento

Pilotis da PUC-Rio pela Democracia

Institucional

Crise econômica e eleição presidencial no Jornal dos Economistas

 
 

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

INSTITUCIONAL

Um projeto para a reconstrução do Brasil, no Clube de Engenharia

Apesar das ameaças e dos ataques ao Estado Democrático de Direito no Brasil, há oportunidades de fortalecimento das instituições e de retomada do caminho do desenvolvimento, através de um novo pacto político envolvendo a sociedade. A aposta é dos palestrantes que participaram do painel “Um Projeto para Reconstrução do Brasil”, promovido pelo Clube de Engenharia no dia 2 de agosto. O ex-governador do Rio Grande do Sul (RS) Tarso Genro e o economista e professor Ricardo Bielschowsky (UFRJ) apresentaram um diagnóstico contundente da realidade atual brasileira e expuseram propostas que recuperam o rumo dos avanços nos campos social, econômico e político, destroçados nos últimos anos.

Para acessar o vídeo, clique aqui.