Movimento

Edição nº1510 – sexta-feira, 16 de setembro de 2022

Twitch adere a Programa de Enfrentamento à Desinformação do TSE

Plataforma de videos da Amazon limitará contas com “o objetivo de espalhar notícias falsas ou fora de contexto”

O Twitch, serviço de streaming de vídeos ao vivo, assinou um acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para colaborar com o Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no contexto das eleições de 2022. O objetivo é combater conteúdos desinformativos na internet.

A plataforma da Amazon criará um canal para receber relatos sobre violações de regras e políticas, além de limitar seu uso por pessoas que tenham “o claro objetivo de espalhar notícias falsas ou fora de contexto”.

Segundo o TSE, a plataforma de vídeos também se comprometeu a avaliar rapidamente eventuais relatos recebidos. A Corte e a Twitch vão seguir conversando para estabelecer os critérios para a coordenação da iniciativa. 

Combate à desinformação Em fevereiro, o TSE formalizou parceria com oito redes sociais para combater a desinformação sobre o processo eleitoral deste ano. Foram assinados memorandos que listam medidas e projetos a serem desenvolvidos em conjunto pelo TSE e pelas plataformas, de acordo com as especificidades de cada uma. Tais ações serão colocadas em prática mesmo depois do período eleitoral, até 31 de dezembro.

Uma das principais linhas de atuação é a remoção de conteúdos considerados danosos ao processo eleitoral. Nesta linha, plataformas como TikTok, Facebook e Instagram anunciaram que seguirão com a exclusão de publicações que forem julgadas nocivas.

Na ocasião, o Facebook e Instagram disseram que abrirão canal de queixas exclusivo para o TSE. Uma vez que a queixa for recebida, será “analisada pela Meta, proprietária dos aplicativos, e se o conteúdo reportado violar as políticas das plataformas, será removido”. 

Confira a lista com os demais integrantes do programa.

Fonte: Poder360

Movimento

Seminário da Anapar avalia retirada de patrocínio e outros ataques contra fundos de pensão

Movimento

“Pix é fruto do trabalho dos servidores do BC”, reforça sindicato da categoria

Institucional

Conflito entre Segurança Energética e Mudança Climática no canal do IE/UFRJ

 
 
 

EDIÇÕES ANTERIORES

(a partir de 2002)

INSTITUCIONAL

Saúde e Desenvolvimento no canal do Centro Celso Furtado

“Saúde e Desenvolvimento no Brasil” é o tema do webinário promovido pelo Centro Celso Furtado, RedeSist e IE/UFRJ, com Neomar de Almeida Filho (UFBA; USP) e Carlos Gadelha (Fiocruz). Debatedores: Raimunda Monteiro (UFOPA) e Ana Lúcia Tatsch (UFRGS). Na abertura, Carlos Pinkusfeld (UFRJ) e Helena Lastres (RedeSist/CICEF). Moderação de José Eduardo Cassiolato (RedeSist/URFJ).

Para acessar o vídeo, clique aqui.